back to top

A DERIVA DE ÉDIPO

 


 

eng

 

This performance was based on Voluntary Servitude Discourse of Étienne de La Boétie’s, the name “The Oedipus Drift” is an illustration of Oedipus, a personage of Greek mythology.

The performance illustrates a society that, at the same time as it borders on tyranny, transforms itself into it, because it feeds on what kills it, the strings symbolize the act of being unconscious of not wanting freedom, but the strings are falsely imprisoned, symbolizing a lack of argumentative structure

 

“No, the masses have not been deceived, they have longed for fascism at certain times, under certain circumstances, and this is what needs an explanation, this perversity of collective desire.”

 

Reich quoted by Félix Guattari in The Anti Oedipus

pt

Essa performance foi baseada no Discurso da Servidão Voluntária de Étienne de La Boétie, o nome “A Deriva de Edipo” é uma ilustração de Edipo, personagem da mitologia grega.

A performance ilustra uma sociedade que ao mesmo tempo que beira a tirania, transforma-se nela, pois alimenta-se daquilo que a mata, as cordas simbolizam o ato de inconsciente de não querer a liberdade, porem as cordas estão falsamente presas, simbolizando uma falta de estrutura argumentativa

” Não, as massas não foram enganadas, elas desejaram o fascismo em um determinado momento, em determinadas circunstâncias, e isso é o que precisa de uma explicação, essa perversidade do desejo coletivo.”

 

Reich citado por Félix Guattari em O Anti Édipo

Specifications:

Photos: Pedro Spilack
Captation: Caue Piloto